terça-feira, 15 de setembro de 2009

C.L.A.

Notícia inutilmente relevante: resolvi começar a ser eu.
Motivo simples: a (esmagadora) maioria dos que acompanham o blog sabe que não respondo oficialmente pela alcunha de Isabella Gispert. Quanto aos que não tem contato comigo enquanto corpo, ao lerem o que escrevo já conhecem mais de mim do que... muitos. Portanto, não vejo mais por que não assinar com o nome que meus honrados progenitores tiveram tanto cuidado em escolher.
Então a partir de hoje - como está registrado na Quinta Circunscrição do Registro Civil das Pessoas Naturais por Marcilio de Abreu, tendo como testemunhas Diana Leitão e Eliana Leitão - sou Clara Leitão Abreu, prazer.
E espero me sentir melhor sendo puramente eu e eu só, porque inevitavelmente o sou.


Engraçado. Choca mais ver meu nome embaixo de idéias minhas do que um apelido qualquer.

5 comentários:

  1. clarinha, eu gosto muito dos seus textos, eu consigo me identificar com eles, não é aquela coisa distante que muitos textos passam.Continue assim hehehehe ;)

    ResponderExcluir